Infâncias das Minas e das Gerais

Brincar é preciso, é preciso brincar!

Acreditamos no brincar!

Acreditamos que brincar e jogar são atividades lúdicas que fazem a diferença em qualquer forma de educação. Qualquer atividade lúdica é“[…]voluntária, exercida dentro de certos e determinados limites de tempo e de espaço, segundo regras livremente consentidas, mas absolutamente obrigatórias, dotado de um fim em si mesmo, acompanhado de um sentimento de tensão e de alegria e de uma consciência diferente da “vida quotidiana”” (Johan Huizinga. 2007, p. 33-34). Isso significa que o brincar e o jogar exigem das pessoas liberdade para a ação,reflexão, (re)produção e atuação.

Foi com essa ideia que instigamos professoras e professores de escolas públicas de Minas Gerias a registrarem as brincadeiras e os jogos que acontecem em suas regiões, cidades, bairros e escolas. Nosso objetivo é criar o movimento do brincar,mostrando e contando como são as brincadeiras e os jogos das crianças das Minas e das Gerais. Mais do que isso, queremos “despedagogizar” as brincadeiras e os jogos, abrindo um espaço de troca entre as crianças, entre elas e as professoras, com a comunidade e a universidade para mostrar que brincar e jogar é coisa séria, pois é criação humana.

Um grande abraço de agradecimento às nossas colaboradoras e aos nossos colaboradores,

Andréia Sol e Lisandra Ogg Gomes

 HUIZINGA, Johan. Homo ludens: o jogo como elemento da cultura. São Paulo: Perspectiva, 2007.

RELATOS

Abaixo você vai encontrar alguns relatos de professoras(es)  de várias cidades das Minas e das Gerais:

abadia

Abadia

Cataguases

joanesia

Joanésia

Juiz de Fora

Timóteo

unai

Unaí

 

 

PARA SABER MAIS: links e bibliografias

http://revistaescola.abril.com.br/crianca-e-adolescente/desenvolvimento-e-aprendizagem/entrevista-gilles-brougere-sobre-aprendizado-brincar-jogo-educacao-infantil-ludico-brincadeira-crianca-539230.shtml?page=2

BROUGÈRE, Gilles. Brinquedo e Cultura. São Paulo: Cortez, 1995
FELIPE, Carlos; MANZO, Maurizio. Alegria de brincar: jogos e recreação para crianças de todas as idades. Belo Horizonte: Editora Leitura, 2003.
HUIZINGA, Johan. Homo ludens: o jogo como elemento da cultura. São Paulo: Perspectiva, 2007.
KISHIMOTO, Tizuko M. O brinquedo na educação: considerações históricas. Idéias, o cotidiano da pré-escola. São Paulo, n.7, p.39-45, 1990. Fundação para o Desenvolvimento da Educação.
KISHIMOTO, Tizuko M. Jogos Infantis: o jogo, a criança e a educação. 6. ed. Petrópolis: Vozes, 1993.
KISHIMOTO, Tizuko M. O Jogo e a Educação Infantil. Petrópolis: Vozes, 1996.
KISHIMOTO, Tizuko M. (Org.). O brincar e suas teorias. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s